A Fundação Pró-Sangue, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, está operando com estoque baixo e pede que doadores de sangue façam agendamento e compareçam com urgência a um posto de coleta.

A instituição está trabalhando com 40% das bolsas de sangue necessárias para dar atendimento a mais de 100 instituições de saúde da rede pública da região metropolitana do estado de São Paulo. Os sangues do tipo O+ e O- são os mais necessários, já que o estoque existente é suficiente para menos de um dia. Já os tipos A-, B+ e B- são suficientes para um dia e o tipo A+ é suficiente para dois dias.

De acordo com a Fundação Pró-Sangue, por conta da pandemia da covid-19 e do tempo mais frio, a doação de sangue registrou forte queda nas últimas semanas. A instituição faz um apelo para que os doadores compareçam ainda esta semana a um posto de coleta.

“A fundação está muito preocupada com a situação, pois as cirurgias eletivas foram retomadas e a demanda de sangue tem aumentando gradativamente ao longo das últimas semanas”, diz, em nota.

A Fundação Pró-Sangue afirma que a doação é segura e os postos de coleta não oferecem riscos aos doadores, já que estão sendo adotadas medidas de cautela para preservar as pessoas. Para doar é preciso fazer o agendamento pela internet.

Fonte: Agência Brasil