Nas últimas semanas, um conflito começou entre a Armênia e o Azerbaijão e no dia 9 de novembro, os países assinaram um acordo para acabar com os violentos combates pela região de Nagorno-Karakh, fronteira dos dois países. O acordo contou com mediação da Rússia.

O documento foi assinado pelo presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, o primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, e Vladimir Putin, presidente da Rússia. A população da Armênia protestou e manifestantes tomaram as ruas do centro do país, atacando prédios públicos e pedindo a renúncia de Pashinyan. Já a população do Azerbaijão comemorou a assinatura do acordo aos gritos de “Karabakh é Azerbaijão” e “estamos de volta”.

Desde setembro, os países se enfrentam em combates violentos, em que os separatistas armênios lutam contra o exército do Azerbaijão para recuperar a região de Nagorno-Karakh. O conflito deixou ao menos 1.300 mortos e muitos países tentaram um acordo para que as tensões chegassem ao fim. A Rússia conseguiu mediar o conflito e irá enviar 1.960 militares, 90 tanques e 380 veículos para a região, a fim de garantir que o acordo seja cumprido. De acordo com Putin, cada país vai manter a posição que ocupa atualmente, validando os territórios recuperados pelo Azerbaijão.

Pedidos de oração

  • Interceda pelos governantes dos países, para que Deus lhes dê sabedoria para tomar decisões visando o fim dos conflitos e o bem da população.
  • Clame pelos cristãos na Armênia e no Azerbaijão, para que o Senhor os proteja, dando esperança aos corações.
  • Ore para que a paz seja estabelecida entre a população dos países e que vidas sejam preservadas.


Fonte: Portas Abertas